O QUE É DIÁLISE PERITONEAL

Uma das opções de tratamento disponíveis no tratamento da Insuficiência Renal Crônica Terminal. É uma técnica fisiológica que utiliza a membrana peritoneal (membrana que envolve os órgãos abdominais), atua como um filtro do sangue, removendo excesso de água e toxinas do corpo.

É uma técnica também denominada "auto-diálise", porque é realizada por si ou por um familiar próximo.

Opções na Diálise Peritoneal

A diálise peritoneal, quer na sua variante DPCA quer na de DPA, é uma técnica eficaz, bem tolerada e simples de efetuar. A enorme maioria das pessoas tem facilidade em aprender a executá-la.

Ao fim de poucos dias de aprendizagem, o doente e um seu eventual parceiro encontram-se em condições de, autonomamente, efetuá-la no domicílio.

DPCA - Diálise Peritoneal Continua Ambulatória

DPA - Diálise Peritoneal Automática

DPCA - Diálise Peritoneal Continua Ambulatória (Manual)

A solução de Diálise Peritoneal é infundida na cavidade peritoneal através do catéter, a solução permanece na cavidade peritoneal, durante algumas horas (de 4 a 6), chamando-se a este período tempo de permanência.

Após o tempo de permanência a solução utilizada é drenada e substituída por uma solução nova. Este procedimento é conhecido por troca e repete-se 3 a 5 vezes por dia, realizada durante o dia.

DPA - Diálise Peritoneal Automática

A substituição da solução de diálise é efetuada automaticamente por uma máquina portátil (cicladora) durante a noite, por um período de 8 a 12 horas.

Para realizar a Diálise Peritoneal é necessário um acesso - Catéter Peritoneal. A colocação do catéter é efetuada por uma técnica simples, habitualmente sob anestesia local.

Ambos os tratamentos são realizados em casa. A escolha entre um deles depende das suas preferências estilo de vida e condições clínicas. A técnica aprende-se com facilidade.

Fonte: Portal da Diálise