A psoríase é uma doença comum da pele caracterizada por lesões avermelhadas e descamativas, normalmente em placas, que mais frequentemente aparecem no couro cabeludo, cotovelos e joelhos. É crônica, porém não contagiosa, surge principalmente entre os 30 e os 50 anos, mas em 15% dos casos pode aparecer ainda na infância.

Psoríase Vulgar

A forma mais comum da doença. É caracterizada por lesões de tamanhos variados, delimitadas e avermelhadas, com escamas secas, aderentes e prateadas que surgem no couro cabeludo, joelhos e cotovelos.

Psoríase Invertida

Nela, surgem lesões mais úmidas, localizadas em áreas de dobras, como na virilha e nas axilas.

Psoríase Gutata

Pequenas lesões localizadas, associadas a infecções. Geralmente, aparecem no tronco, braços e coxas, bem próximas aos ombros e quadril, e ocorrem com maior frequência em crianças e adultos jovens.

Psoríase Ungueal

Neste tipo da doença, surgem depressões puntiformes ou manchas amareladas principalmente nas unhas das mãos.

Psoríase Artropática

Em cerca de 8% dos casos, pode estar associada a comprometimento das articulações. Surge de repente com dor nas pontas dos dedos das mãos e dos pés ou nas grandes articulações.

Psoríase Postulosa

Aparecem lesões com pus nos pés e nas mãos ou espalhadas pelo corpo.

Psoríase Palmo-plantar

As lesões aparecem como fissuras nas palmas das mãos e nas solas dos pés.

Psoríase Eritrodérmica

O tipo menos comum das psoríases, com lesões generalizadas em 75% ou mais do corpo.


Fonte: Minha Vida