A leucemia mieloide crônica pode causar sinais e sintomas gerais, como:

Sensação de cansaço.
Fadiga.
Sudorese noturna.
Perda de peso.
Febre.
Dores ósseas.
Aumento do baço.
Sensação de saciedade após uma pequena refeição.

Naturalmente, estes não são apenas sintomas da leucemia mieloide crônica, e são mais frequentemente causados por outras doenças.A maioria dos sinais e sintomas da leucemia mieloide crônica está relacionada à diminuição da produção de células sanguíneas normais da medula óssea, que ocorre quando as células leucêmicas assumem o lugar das células normais na medula óssea. Esta escassez é detectada nos exames de sangue, e pode causar sintomas, como:

Anemia.
Leucopenia.
Neutropenia.
Trombocitopenia.

Taxa de Sobrevida para LMC

Medicamentos mais eficazes para tratar a maioria dos casos de leucemia mieloide crônica se tornaram disponível a partir de 2001. E, ainda, não existem informações precisas sobre os pacientes tratados com esses medicamentos. Tudo o que se sabe é que a maioria dos pacientes tratados com esses medicamentos, estão ainda vivos.Um grande estudo de pacientes com leucemia mieloide crônica tratados com imatinib constatou que cerca de 90% deles permanece vivos cinco anos após o início do tratamento. A maioria destes pacientes tinha glóbulos brancos normais e possuíam estudo cromossômico após 5 anos de tratamento.

Detecção Precoce da LMC

Para muitos tipos de câncer, o diagnóstico em estágio inicial faz que o tratamento seja mais eficaz. Mas, atualmente não existem exames de rastreamento para o diagnóstico precoce da leucemia mieloide crônica.Às vezes, a leucemia mieloide crônica é diagnosticada em função de exames realizados por outras razões clínicas. Por exemplo, a contagem de glóbulos brancos de uma pessoa pode estar alterada mesmo que ela não apresente quaisquer sintomas.


Fonte: Oncoguia