A hepatomegalia ocorre quando o fígado incha para além do tamanho normal. Esse aumento do fígado normalmente é um sinal de doenças subjacentes, como hepatite. Dependendo da causa, aumento do fígado pode levar à insuficiência hepática.O fígado é o segundo maior órgão do corpo humano depois da pele. O fígado exerce mais de 200 funções em nosso organismo, sendo as principais o auxílio na digestão de alimentos, produção de bile (substância que atua na digestão de gorduras), a síntese de colesterol e a metabolização dos elementos nocivos de alguns alimentos, como bebidas alcoólicas, café e gorduras.

A hepatomegalia é um sintoma grave, que pede investigação médica. Ela pode causar:

Icterícia (amarelamento da pele e dos olhos causada pela obstrução da bile)
Fadiga
Prurido
Náusea
Vômitos
Dor abdominal, que pode ser descrita como um peso no quadrante superior direito do abdômen
Inchaço dos pés e pernas
Pele que fica arroxeada facilmente
Vômito com sangue
Fezes escuras ou com sangue
Falta de ar (associado com insuficiência cardíaca congestiva e pericardite)
Perda de peso

Causas

Muitas doenças e condições podem causar um aumento do fígado, incluindo:

Cirrose
Hepatite causada por um vírus - incluindo hepatite A, B e C - ou causada por mononucleose infecciosa
Doença hepática não-alcoólica
Doença hepática alcoólica
Amiloidose, distúrbio que faz com que a proteína anormal que se acumulam no seu fígado
Doença de Wilson
Hemocromatose
Doença de Gaucher
Cistos no fígado
Tumores hepáticos não cancerosos, incluindo hemangioma e adenoma
Obstrução dos ductos biliares ou da vesícula biliar
Hepatite tóxica.
Neoplasias

Câncer metastático no fígado
Leucemia
Câncer de fígado
Linfoma.
Doenças cardiovasculares

Obstrução das veias que drenam o fígado (Síndrome de BuddChiari)
Insuficiência cardíaca
Inflamação do tecido que envolve o coração (pericardite).

Os fatores de risco para hepatomegalia são:

Uso excessivo de álcool
Grandes doses de medicamentos, vitaminas ou suplementos
Infecções, como malária e febre amarela
Hepatite A, B e C
Maus hábitos alimentares
Excesso de peso.


Fonte: Minha Vida