Entende-se como Síndrome Metabólica um conjunto de doenças cuja base é a resistência insulínica. Ela foi constatada quando observou-se que doenças frequentes como hipertensão, alterações glicêmicas e colesterol, além de doenças cardiovasculares em geral, estão associadas à obesidade. A partir disso, a presença da Síndrome Metabólica está ligada a uma taxa de mortalidade duas vezes maior entre as pessoas que ela acomete, se comparada com a taxa de mortalidade da população que não sofre dessa disfunção.


A insulina é a responsável por retirar a glicose do sangue e distribuí-la entre as células do nosso organismo, tendo, portanto, um papel fundamental para nossa vida. Além disso, a insulina também é responsável pelo metabolismo das gorduras. A resistência insulínica ocorre então quando esse hormônio encontra dificuldade em exercer suas funções, e a forma mais comum de resistência está associada a própria obesidade.

Não existe apenas um critério de definição para a Síndrome Metabólica, contudo, os dois mais aceitos são o da Organização Mundial de Saúde (OMS), e o da National Cholesterol Education Program (NCEP). O Brasil, no entanto, também possui um documento referendado por diversas entidades médicas sobre o assunto, o "Consenso Brasileiro sobre Síndrome Metabólica".

Seguindo os critérios Brasileiros, a Síndrome Metabólica está presente quando o indivíduo possui pelo menos três dos itens citados abaixo:


  • Obesidade central: Circunferência de cintura superior a 88 cm nas mulheres e a 102 cm nos homens;
  • Hipertensão arterial: pressão arterial sistólica ³ 130 e/ou pressão arterial diatólica ³ 85 mmHg;
  • Glicemia alterada ou diagnóstico de Diabetes;
  • Triglicerídeos ³ 150 mg/dl;
  • HDL colesterol £ 40 mg/dl em homens e £50 mg/dl em mulheres


Para diminuírem seus riscos de mortalidade, as pessoas que possuem a Síndrome Metabólica devem buscar o tratamento de cada um dos seus componentes, bem como adotar um estilo de vida mais saudável, evitando o fumo, o sedentarismo, e perdendo peso.


Fonte de Conteúdo: #SBEM

Fonte de imagem: Google