Batizada de EVA o jovem estudante mexicano Julian Rios Cantu, junto de dois amigos, desenvolveu um sutiã capaz de detectar o câncer de mama em mulheres que já tem predisposição genética à doença. Registrado no nome da empresa dos estudantes, chamada Higia Technologies, o projeto foi vencedor do prêmio americano Global Student Enterpreneur Awards (GSWA)

A peça possui 200 biosensores que mapeiam a superfície da mama, onde monitora alterações na temperatura, formato e peso das mamas. Para realizar o diagnóstico é necessário o uso do sutiã uma vez por semana, por 60 minutos consecutivos, e os dados coletados são enviados via Bluetooth para um aplicativo no celular.

A criação de EVA foi inspirada na mãe de Julian, que infelizmente teve de fazer mastectomia nos dois seios por conta da doença. Sua criação foi a melhor entre 14 finalistas do prêmio, o que rendeu aos estudantes um prêmio de 20 mil dólares.


Fonte de conteúdo e imagem: Minha Vida