"Reafirmo meu posicionamento contrário ao Ensino a Distância em Enfermagem", afirmou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante lançamento da campanha Nursing Now Brasil, realizada nesta quarta-feira (24), em Brasília.

Mandetta também se comprometeu em apoiar todas as ações do Nursing Now Brasil. Dentre as metas do programa no Brasil estão o investimento no fortalecimento da educação, o desenvolvimento dos profissionais de Enfermagem com foco na liderança e a disseminação de práticas de Enfermagem efetivas e inovadoras com base em evidências científicas.

O ministro não deixou de saudar sua irmã presente no evento, a enfermeira Mírian Mandetta que, segundo ele, foi sua professora. Para Mandetta, já passou da hora do setor saúde se valorizar.[/p]

"As divisões que assisti no decorrer da minha vida só interessam àqueles que querem fragmentar a força da saúde". Para ele, um programa como o Nursing Now, que chegou ao Brasil pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e pelo Centro Colaborador da OPAS/OMS para o desenvolvimento da Pesquisa em Enfermagem, vinculado à Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da USP, deve ser um exemplo para todas as outras profissões.


Fonte de texto e imagem: Cofen

Fonte de imagem: conexaopolitica.com.br