Quando se fala em sistema cardiovascular sabemos que envolve o coração, mas, para além disso esse sistema também inclui os vasos sanguíneos, responsáveis por levar o sangue com oxigênio em abundancia e com pouco gás carbônico para todos os órgãos do corpo. É por essas e outras que é importante que as pessoas leigas no assunto aprendam mais sobre um sistema que é tão primordial para o corpo humano.


Outro trabalho significativo desempenhado pelo sistema cardiovascular é o fato de trazer de volta o sangue de todo o corpo, que está pobre em oxigênio e que precisa passar de novo pelos pulmões, para que as trocas gasosas sejam feitas.


Nesse sentido vale lembrar ou aprender quais são os principais componentes do sistema cardiovascular, sendo eles:

Coração


Considerado o principal órgão do sistema cardiovascular, o coração é caracterizado como um músculo oco, posicionado no centro do tórax, e funciona como uma bomba no corpo. Além disso, ele é dividido em quatro câmaras:


Dois átrios: por onde o sangue chega no coração vindo do pulmão através do átrio esquerdo ou vindo do corpo através do átrio direito;

Dois ventrículos: é a partir daí que o sangue vai para o pulmão ou para o resto do corpo.

O lado direito do coração recebe o sangue com gás carbônico em abundância, também chamado de sangue venoso, e o leva para os pulmões, onde recebe oxigênio. Dos pulmões, o sangue segue para o átrio esquerdo e desse, para o ventrículo esquerdo, de onde sai a artéria aorta, que leva o sangue cheio de oxigênio e nutrientes para todo o corpo.

Artérias e veias


Para que o sangue possa fluir por todo o corpo ele depende dos vasos sanguíneos que podem ser classificados da seguinte maneira:

Artérias: considerada fortes e flexíveis pois são responsáveis por transportar o sangue do coração e também suportar pressões sanguíneas elevadas. A elasticidade das artérias ajuda na manutenção da pressão arterial durantes os batimentos cardíacos;

Artérias menores e arteríolas: elas contêm paredes musculares que regulam seu diâmetro a fim de aumentar ou diminuir o fluxo sanguíneo em uma determinada área;

Capilares: são os vasos considerados pequenos e com paredes muito finas, que atuam como pontes entre artérias. Estes vasos capilares possibilitam que o oxigênio e os nutrientes passem do sangue para os tecidos e que os resíduos metabólicos passem dos tecidos para o sangue;

Veias: são responsáveis por transportar o sangue de volta para o coração e geralmente não estão sujeitas a grandes pressões, assim como não precisam ser tão flexíveis como as artérias.

Vale ressaltar que todo o funcionamento do sistema cardiovascular está baseado no batimento do coração, em que os átrios e ventrículos deste órgão relaxam e se contraem formando um ciclo que garantirá toda a circulação do organismo.

Fisiologia do sistema cardiovascular


Todo o sistema cardiovascular pode ser dividido em duas partes principais sendo elas: a circulação pulmonar considerada uma pequena circulação, na qual, transporta o sangue do coração aos pulmões e dos pulmões de volta ao coração e a circulação sistêmica chamada de grande circulação, na qual, leva o sangue do coração para todos os tecidos do organismo através da artéria aorta.

Nesse sentido, a fisiologia do sistema cardiovascular é formada por diversas etapas, que abrange:

1- O sangue vindo do corpo com pouco oxigênio e muito gás carbônico flui através das veias cavas até o átrio direito;

2- Ao encher, o átrio direito leva o sangue até o ventrículo direito;

3- No momento que o ventrículo direito fica cheio, ele bombeia o sangue através da válvula pulmonar até as artérias pulmonares, que vão suprir os pulmões;

4- O sangue flui para os capilares nos pulmões, absorvendo o oxigênio e eliminando gás carbônico;

5- O sangue cheio de oxigênio, flui através das veias pulmonares até o átrio esquerdo no coração;

6- Ao encher, o átrio esquerdo leva o sangue com muito oxigênio até o ventrículo esquerdo;

7- Quando o ventrículo esquerdo fica cheio, ele bombeia o sangue através da válvula aórtica até a aorta;

Dessa forma, o sangue repleto de oxigênio, irriga todo o organismo, disponibilizando toda a energia necessária para o funcionamento de todos os órgãos.


Doenças que podem afetar o sistema cardiovascular


Infarto

Possui como um dos sintomas a dor intensa no peito causada pela falta de sangue no coração, que pode levar a morte.

Arritmia cardíaca


É caracterizada por batimentos cardíacos irregulares, que podem provocar palpitações e falta de ar.

Insuficiência cardíaca


Acontece quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para satisfazer as necessidades do organismo, provocando falta de ar e inchaço nos tornozelos;

Doença cardíaca congênita


São caracterizados por malformações cardíacas que estão presentes já na nascença, como um sopro no coração;

Miocardiopatia


É uma doença que afeta a contração do músculo do coração;

Valvulopatia


São um conjunto de doenças que afetam alguma das quatro válvulas que controlam o fluxo sanguíneo no coração;

Acidente Vascular Cerebral (AVC)


É causado por entupimento ou rompimento dos vasos sanguíneos no cérebro. Além disso o AVC pode ter como consequência a perda de movimentos, problemas na fala e visão.

Essas doenças listadas acima são as mais comuns no sistema cardiovascular, mas, além dessas existem outros diversos tipos de doenças no coração. Além disso, os problemas que acometem o sistema cardiovascular, especialmente as doenças coronarianas e o AVC, são as principais causas de morte no mundo inteiro. Os desenvolvimentos que vem surgindo com o avanço da medicina tem contribuído para que a taxa de mortalidade seja reduzida, no entanto, o melhor tratamento prevalece sendo a prevenção.


Se você é enfermeiro (a) e leu essa matéria só para conferir se as informações estão de acordo com o seu conhecimento, então, a especialização em Enfermagem Urgência e Emergência e UTI da Incursos foi feita para você. Aperfeiçoe ainda mais suas técnicas profissionais, obtenha dupla certificação e saia na frente no mercado de trabalho.



Fonte: Tua Saúde

Imagem: Freepik