Em tempos de muito calor o ar-condicionado é o principal aliado para aliviar o clima quente e trazer a sensação de ambiente fresco e agradável. No entanto, seja o ar-condicionado do carro, do trabalho ou domiciliar todos precisam de manutenção regular para evitar o desencadeamento de doenças. Por isso, veja o que o uso irregular desse aparelho pode causar.


De acordo com o médico microbiologista André Mário Doi, doutor pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), os riscos principais que o uso de ar-condicionado sujo pode causar são de doenças respiratórias, para que tem alergia o risco é ainda maior já que poeira, ácaros, fungos e bactérias podem estar acumulados no filtro do aparelho.


O médico microbiologista ainda recomenda que a limpeza seja feita de forma mensal ou então, de acordo com as instruções do fabricante. O ideal é que um técnico faça a limpeza do ar-condicionado, tendo em vista que cada modelo possui um grau de dificuldade.


Riscos


Além dos problemas respiratórios que podem ser desencadeados com o uso do ar-condicionado em condições irregulares, o aparelho sujo também causa ressecamento do muco pulmonar, como a mucosa nasal funciona como filtro responsável por limpar as impurezas do ar, as chances de contrair infecções aumentam.


Pessoas que possuem rinite, asma e bronquite crônica podem ter crises em decorrência das bactérias, fungos, resfriamento e ressecamento do ar, assim como a mudança brusca de temperatura, apesar de não estar relacionada com a limpeza do ar-condicionado.

"Por isso é de extrema importância que o tratamento desses quadros seja contínuo, mesmo durante o verão. Com o uso de medicamentos --específicos para cada pessoa -- a sensibilidade dos brônquios é reduzida, e as chances de crise, menores", afirma Mauro Gomes, médico pneumologista chefe de equipe de Pneumologia do Hospital Samaritano de São Paulo.


Já as pessoas que não apresentam nenhum quadro de doença respiratória também podem adquirir certas doenças. Caso o ar-condicionado fique muito tempo sem fazer limpeza, a respiração vai continuar sendo de ar contaminado por fungos e isso pode levar à pneumonite de hipersensibilidade, causando crises de febre, tosse seca, aperto no peito, falta de ar e cansaço.


Outra situação que apesar de ser menos comum pode acontecer é a de pneumonia do Legionário, causada quando o aparelho de ar-condicionado é central e seu reservatório de água está contaminado pela bactéria Legionella pneumophila.


Se você atua na área da enfermagem e deseja aprimorar seu conhecimento, esse é o momento certo para você começar sua espacialização em Enfermagem Urgência e Emergência e UTI na Incursos. Se torne um especialista e obtenha dupla Certificação.



Fonte: UOL

Imagem: Envato Elements