Cientistas da Universidade de Pittsburg, nos EUA, elaboraram pequenos fígados por meio de células da pele humana. O artigo com o estudo, publicado na Cell Reports, mostra que após criar o mini órgão no laboratório os pesquisadores também conseguiram fazer o transplante em ratos. Os pequenos fígados continuaram funcionando normalmente após o transplante sem nenhum tipo de rejeição.


De acordo com o co-autor do artigo, Alejandro Soto-Gutiérrez, da Universidade de Pittsburgh, o que ele e os pesquisadores estão planejando é começar a elaborar pequenos órgãos humanos que sejam universais. Ele acredita que isso mudaria o paradigma dos transplantes.


Para realizar o procedimento foi usado células da pele de adultos, alterando geneticamente alguns genes e fatores de transcrição, para elaborar o conhecido ‘células-tronco pluripotentes’. Outro detalhe é que desde 2016, o campo pioneiro da edição genética levou os cientistas a descobrir que é possível pegar qualquer célula de um adulto vivo e transformá-la em ‘células-tronco pluripotentes’.


O termo ‘pluri’ significa pluralidade e indica a capacidade de transportar o código genético de todos os tipos de órgãos, e é dessa forma que eles podem se tornar células hepáticas.


Espera por transplantes


Segundo a Clínica Mayo, o número de pessoas nas listas de espera para transplantes de fígado é muito maior que a quantidade de doadores de fígado disponíveis. Além disso, custa caro: a revista médica Inverse relata que nos EUA o custo médio de um transplante, responsável por todo o procedimento, é de cerca de US $ 812.000, ou seja, mais de R$ 4 milhões.


Ciência


Caso o método e a tecnologia realizada pelos cientistas da Universidade de Pittsburgh dê certo será possível produzir enxertos hepáticos e prolongar a vida de diversas pessoas que esperam a cirurgia de transplante.


O objetivo a longo prazo é criar órgãos que possam substituir a doação de órgãos, mas, no futuro próximo, vejo isso como uma ponte para o transplante", disse Soto-Gutiérrez à Inverse.

Se você atua na área da enfermagem e deseja aprimorar suas técnicas profissionais e se colocar melhor no mercado de trabalho, faça sua especialização em Enfermagem Urgência e Emergência e UTI na Incursos. Obtenha dupla certificação e se torne um especialista nesse quesito.



Fonte: Só notícia boa

Imagem: 123RF