Diversas pessoas nunca foram a um banco de sangue e não sabem como fazer uma doação. No entanto, muitos desejam doar, mas, não sabem como e onde deve ser feito, ou então surge a preocupação do sangue acabar trazendo alguns malefícios para o paciente enfermo. Mas, saiba que antes do sangue doado chegar para alguém que precisa é realizado todo um processo para que transfusão ocorra de forma segura e eficaz. Acompanhe quais são as etapas do ciclo do sangue e esclareça suas dúvidas.


Recepção e cadastramento


Quem deseja doar seu sangue para ajudar outras pessoas que estão precisando deve procurar um hemocentro ou banco de sangue. Após isso, a pessoa deve estar no local portando seu documento de identificação com foto para que seja feito o cadastramento na recepção.


Triagem clínica


Com o cadastro realizado, no segundo passo, a pessoa é direcionada para fazer o teste rápido. Esse teste tem o objetivo de saber qual é o nível de hemoglobina no sangue, além de verificar o batimento cardíaco, pressão arterial e peso.


Entrevista


Na entrevista, o possível doador responde sob sigilo diversas perguntas sobre os possíveis riscos que a pessoa pode ter se submetido nos últimos tempos, como doenças recentes, uso de drogas e prática sexual sem proteção.


Coleta


Após a entrevista e os profissionais perceberem que o candidato está apto para doar, o mesmo é levado para a sala de coleta. Acomodado em poltrona especifica para a coleta sanguínea, o doador retira em torno de 450 ml de sangue, que são adicionados em bolsa descartável e estéril. Essa etapa costuma durar 15 minutos e é totalmente segura.


Lanche


Para que a pessoa se mantenha bem e com plena saúde, após a doação é oferecido um lanche e também a recomendação de tomar bastante liquido ao longo do dia. Depois disso, o candidato é liberado e, normalmente, pode retornar com 30 dias para pegar o resultado da sua doação em que consta qual é o seu tipo sanguíneo e várias outras informações.

Processamento


Dentro do setor de fracionamento o sangue é separado em hemácias, plaquetas e plasma, por centrifugação.

Exames


Após realizar essa divisão, as amostras colhidas são submetidas a análises de Hepatite B e C, Sífilis, doença de Chagas, AIDS, HTLV I/II, e indicações do tipo sanguíneo e fator RH.


Estoque


Com a liberação do resultado negativo dos exames, as bolsas com componentes do sangue são armazenadas de acordo com sua classificação e prazo de validade.

Distribuição


Com tudo certo, os componentes do sangue são encaminhados para transfusão conforme as demandas. E, o candidato que tirou um tempo do seu dia para doação pode estar salvando até 3 vidas.


Doar sangue é um gesto de empatia com o próximo e algo que pode salvar vidas de pessoas que tanto precisam. Além disso, o trabalho desempenhado pela equipe de profissionais nesse setor exige muita responsabilidade, observação e capacitação.


Por isso, se você atua na área da saúde e deseja atuar de maneira mais ampla com hematologia e banco de sangue, você precisa de uma pós-graduação de qualidade. Conheça a especialização em Hematologia Clínica e Banco de Sangue, Hemoterapia e Terapia Celular "Dupla Certificação" do Instituto Monte Pascoal e faça sua matrícula. Obtenha dois
certificados em menor tempo e esteja mais do que preparado (a) para o mercado de trabalho.


Fonte: Hematologistas Associados

Imagem: 123RF