Alguém certamente já ouviu falar de alguém que se queimou e o médico que tratou esse paciente disse que a queimadura estava em 2º grau, ou sofreu alguma queimadura que se encaixou como 3º grau. Então, isso acontece porque existe uma classificação diante dessas lesões que acometem a pele. Mas, antes de compreender do que se trata cada uma delas, entenda o que é a queimadura.


Queimadura são feridas traumáticas provocadas, na maioria dos casos, por agentes térmicos como o fogo e o frio; elétricos; químicos; e radiativos. Esses agentes podem causar um calor intenso a ponto de danificar os tecidos corporais e provocar a morte das células, a destruição parcial ou total da pele e suas camadas, podendo acometer até mesmo a camada muscular ou tendões e osso.

Classificação das queimaduras


Queimadura de primeiro grau


Neste caso, a queimadura apresenta as seguintes características:


A lesão atinge apenas a primeira camada da pele, a epiderme;

A lesão causa dor;

Como sinais flogísticos, temos a hiperemia e pequeno edema;

A recuperação ocorre entre 4 a 6 dias.

Queimadura de segundo grau


Na queimadura de segundo grau apresenta características como:


A lesão de segundo grau envolve a epiderme e porções variadas da derme;

A lesão é dolorosa;

Como sinais flogísticos temos áreas desnudas, úmidas, bolhas e flictena;

A recuperação ocorre no período de 7 a 21 dias;

Em queimaduras com produtos pode haver a necessidade de enxertia.

Queimadura de Terceiro Grau


Já nas queimaduras de terceiro grau ocorre o seguinte:


A lesão de terceiro grau envolve a epiderme, derme e hipoderme, ou seja, a espessura total;

Neste caso não há dor no leito das queimaduras de terceiro grau, porque as terminações nervosas foram destruídas. Entretanto, há dor nas regiões que se estendem ao redor por causa das terminações nervosas que se mantiveram ali intactas;

Quanto aos sinais flogísticos, este tipo de queimadura apresenta ferimentos espessos, esbranquiçados, com aparência semelhante a couro.

Para a recuperação é necessária a enxertia e excisão cirúrgica.

Queimadura de Quarto Grau


Em relação a queimadura de quarto grau apresenta as seguintes características:

A lesão de quarto grau envolve a epiderme, derme, tecido subcutâneo, fáscias, tendões, músculos, ossos ou até órgãos internos.

Não há presença de dor;

Os sinais flogísticos da queimadura de quarto grau são semelhantes e/ou mais grave que as queimaduras de 3º grau. São ferimentos espessos, esbranquiçados, com aparência semelhante a couro. Essa situação pode levar a pessoa ao óbito.

Para a recuperação é necessária a excisão cirúrgica e enxertia.

Se você atua na área da enfermagem e deseja ampliar seu conhecimento e aprimorar suas técnicas profissionais no que diz respeito ao tratamento de feridas, esse é o momento certo para começar sua pós-graduação. E no Incursos você encontra a especialização em Enfermagem Dermatológica com ênfase na Avaliação e Tratamento de Feridas. Então, não perca tempo faça já sua matricula e dê um passo à frente na sua carreira profissional.


Fonte: ABC da Enfermagem

Imagem: 123RF