A cirurgia bariátrica, normalmente, é indicada para pessoas que possuem um certo grau de obesidade e necessita de intervenção cirúrgica para reduzir seu peso e melhorar sua condição física, saúde e até mesmo fatores ligados ao estado emocional do paciente. Isso porque a obesidade é considerada uma doença crônica que envolve diversos aspectos como culturais, familiares, emocionais e sociais. Nessa perspectiva, o trabalho pré-operatório, operatório e pós-operatório envolve uma equipe multidisciplinar, no qual, a atuação dos profissionais da enfermagem é de suma importância.

Segundo a enfermeira Gláucia Munhoz Jordão, em casos de cirurgia bariátrica a equipe de enfermagem trabalha com pacientes que apresentam certas peculiaridades. "São pessoas que chegam a equipe cirúrgica com todas as tentativas e recursos de emagrecimento esgotados; trazem uma extensa bagagem de frustrações e um cansaço aparente, porém, aliados a uma vontade latente de "aprender a mudar". E a vontade é tanta, que se tornam mais ansiosos, imediatistas, querendo abreviar o tempo e as etapas para resolverem logo os seus problemas, depositando na equipe e na própria cirurgia, todas as suas boas esperanças" conta.


Gláucia também esclarece que a consulta de enfermagem nas fases pré e pós-operatórias, talvez seja o "carro chefe" na abordagem de enfermagem porque apresenta várias interfaces na realização de objetivos fundamentais, tais como:

Conhecimento mútuo entre enfermeira e paciente, gerando o vínculo de confiança;

Realização do histórico de enfermagem, que permite formalizar, sistematizar e organizar a entrevista, resultando num documento que armazena todos os dados do paciente, sendo: identificação, doenças associadas, resultados de exames, antecedentes, medicações em uso, hábitos, observações, condições de pele e outros, nos quais, no final é assinado pelo paciente e enfermeira;


Organização de todos os exames em pasta personalizada;


Lista do enxoval e manual de orientações de enfermagem;


Avaliação do questionário de entendimento e assinatura com testemunhas do termo de consentimento informado.

Já nos últimos momentos pré-operatórios, a equipe que se encontra capacitada e acostumada com a rotina de cirurgia bariátrica e de seus cuidados específicos promove importante auxilio à equipe de anestesia. O conhecimento dessa rotina e das novas tecnologias dos materiais cirúrgicos como os grampeadores e outros instrumentais específicos auxilia a equipe cirúrgica no decorrer da cirurgia, promovendo maior agilidade até o término do procedimento.

De maneira geral, o período de internação depois da cirurgia não passa de 48 horas, porém, esse tempo vai depender das particularidades de cada caso. Apesar de não ser muitas horas, é nesse período que o paciente tem contato com os primeiros passos da nova alimentação, que implicará certas restrições por volta de um mês. A equipe médica e de nutrição são importantes nesse momento, mas o apoio emocional da equipe de enfermagem é fundamental, pois é ela que ficará presente durante o dia no hospital, sendo necessário então conhecimento e experiência para promover orientações gerais ao paciente.

Semelhante aos profissionais da enfermagem, a equipe de fisioterapia também dá fundamental apoio na parte de deambulação precoce e exercícios respiratórios, porém são os enfermeiros e enfermeiras que promovem importante papel no incentivo à deambulação diversas vezes ao dia, evitando o tempo excessivo no leito.

Por esses motivos é de extrema importância que o hospital tenha uma equipe preparada para os cuidados específicos do paciente submetido à cirurgia bariátrica, para que se some à equipe multidisciplinar do pré-operatório, em uma mesma linguagem rotineira. Portanto, se você atua na área da enfermagem e deseja aprimorar seu conhecimento neste segmento é preciso fazer uma pós-graduação de qualidade.


Conheça e faça a sua matrícula na especialização em Atuação Transdisciplinar em Obesidade, Cirurgia Bariátrica e Metabólica do Incursos. Dê um passo à frente na sua carreira profissional e se torne referência no mercado de trabalho como especialista.



Fonte: RR Médicos Cirurgiões e Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica

Imagem: 123RF